top of page

Ataques israelenses deixam 127 mortos

Os ataques israelenses mataram pelo menos 127 pessoas e feriram outras 178 em Gaza neste domingo, o Ministério da Saúde palestino controlado pelo Hamas.


O principal alvo dos bombardeios foi a cidade de Rafah, onde fica a única saída de Gaza que não está sob controle do governo de Benjamin Netanyahu. Para lá se deslocou uma grande massa de refugiados desde o início do conflito dos israelenses com o Hamas, grupo extremista que


Segundo um jornalista da AFP, o Exército israelense continuou bombardeando a cidade de Khan Yunis, no sul, agora parcialmente destruída, e onde Israel afirma que os líderes do Hamas estão escondidos.


"Queremos que essa guerra acabe porque estamos exaustos. Esperamos voltar para casa, mesmo que nossas casas estejam em ruínas", afirma Abdelsalam Abu Al Shaar, que fugiu da cidade de Gaza, no norte do território.


"Somos civis indefesos. Por que estão bombardeando todo mundo?", pergunta ele.


Segundo o ministro israelense da Defesa, Yoav Gallant, Rafah é o próximo alvo.



5 visualizações0 comentário

تعليقات


bottom of page