top of page

Cassado pela Justiça Eleitoral em Manaus Vereador Antônio Peixoto

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou, nesta terça-feira (12), o mandato do vereador Antônio Peixoto, do Agir. Apesar da decisão, ele deve permanecer no cargo até o julgamento do recurso. O placar foi de 5 a 1 pela cassação.


Para os desembargadores do TRE-AM, o partido fraudou a cota de gênero nas Eleições Municipais de 2020, uma vez que uma das 18 candidatas da sigla não teve nenhum voto nas urnas - nem o dela próprio - e também não realizou atos de campanha.


Em nota, o vereador disse que apesar da decisão, vai entrar com recurso para buscar suspender o efeito imediato da decisão.


"Portanto, espero pelo deferimento do recurso e seguir com o meu trabalho de vereador na Câmara Municipal de Manaus, até esgotar as tentativas de reaver os direitos de manutenção do mandato", disse.



4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page